Unidade Barueri / SP
Unidade Paulista / SP
08:30 às 17:30 faleconosco@inovecont.com.br
Check List Voce Ja Pagou Todos Principais Impostos De 2016.jpeg

Check list: você já pagou todos principais impostos de 2016?

Um novo ano começou e, para não ter problemas futuros, os brasileiros devem verificar com muita atenção as suas contas pagas. É necessário ter certeza de que não se esqueceu de quitar todos os impostos de 2016.

Os valores pagos em tributos são tantos que, por vezes, algum pode ter passado despercebido. E o não pagamento dele pode gerar dívidas com a fiscalização, tanto para as pessoas físicas, como para as pessoas jurídicas.

Determinados impostos não são conhecidos por grande parte das pessoas. Por isso, verifique abaixo uma lista de obrigações anuais que devem ser pagas:

Impostos diretos

Os impostos diretos, são aqueles cobrados diretamente da folha de pagamento ou sobre os bens dos cidadãos. Veja abaixo exemplos desses impostos:

IRPF (Imposto de Renda da Pessoa Física)

O Imposto de Renda da Pessoa Física incide diretamente sobre os salários dos trabalhadores. São obrigadas a pagar tal imposto todas as pessoas que receberam rendimentos anuais acima de R$ 28.123,91. Aqueles que recebem valores abaixo, estão isentos do pagamento desse tributo ao governo federal.

IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores)

Este imposto é pago por todos os proprietários de veículos automotores, sendo que as alíquotas utilizadas para realizar a cobrança são determinadas pelo governo estadual. Sendo assim, a quantia a ser cobrada pode variar de 1% a 4% do valor do automóvel que a pessoa possui, dependendo do Estado ao qual o carro pertence.

IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana)

É um imposto que deve ser pago pelas pessoas jurídicas ou físicas que possuem propriedades imóveis. Terrenos com casas construídas ou lotes de áreas sem edificações, desde que devidamente escriturados, possuem cobranças diferentes.

O percentual, nestes casos, varia de acordo com o valor do imóvel e conforme a tabela aplicada pelas Prefeituras Municipais. Isso por se tratar de um tributo cobrado pelos municípios.

Após estar por dentro de todos os impostos diretos que as pessoas necessitam pagar, que tal aprender mais sobre os impostos voltados para as empresas?

Impostos empresas optantes do Simples Nacional

A cada dia que passa mais impostos, taxas e contribuições, incidem sobre as empresas. Veja abaixo um dos impostos que são pagos pelas empresas optantes do Simples Nacional:

DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional)

O DAS é uma taxa de arrecadação cobrada de micro e pequenas empresas que optam pelo Simples Nacional. Nela estão unificados o recolhimento do IRPJ (Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas), PIS (Programa de Integração Social), CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido), ISS (Imposto sobre Serviços), IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social),  e Contribuição previdenciária.

Impostos empresas optantes Lucro Presumido

Esta é uma forma de tributação mais simples do que a opção do Lucro Real, e implicará na presunção do lucro para a base de cálculo do IRPJ (Imposto de renda pessoa jurídica) e da CSLL (Contribuição social sobre o lucro) com alíquotas de 15% para o IRPJ e 9% para a CSLL. Esses percentuais são aplicados sobre a base de cálculo do lucro presumido. Clique aqui e entenda melhor o lucro presumido.

Neste caso, não importa qual é o lucro que o empreendimento realmente terá em determinado período, pois o valor foi fixado desde o princípio de acordo com o percentual da receita bruta. Veja abaixo outros impostos importantes a serem pagos:

  • O IPI (Imposto sobre produtos industrializados) incide sobre os produtos internacionais ou nacionais, nos quais foi aplicado técnica para a sua modificação, ou como o próprio nome diz industrialização (fabricação).
  • ICMS (Imposto sobre circulação de mercadorias) deve sempre ser informado na Nota Fiscal para que o seu produto não seja apreendido. É devido por todas as empresas que comercializem, industrializem e que circulem com mercadorias como empresas de transportes intermunicipais.  
  • PIS (Programa de integração social) é uma exigência legal que serve para o benefício dos trabalhadores. Seu cálculo é efetuado sobre a receita bruta.
  • COFINS (Contribuição para o financiamento da seguridade social). Calculada sobre a receita bruta, é destinada para a seguridade social como previdência social, assistência social e saúde pública.

Portanto, verifique todos os documentos relativos às suas contas pessoais e empresariais e analise se os impostos de 2016 foram todos pagos. Caso não tenha efetuado todos os pagamento devidos ou ainda tenha alguma dúvida com relação a valores, procure o auxílio de um profissional de contabilidade. Atualmente existem pessoas preparadas para lhe ajudar a organizar as suas contas de modo eficiente e seguro.

E então, está em dia com os principais impostos de 2016? Aproveite a visita ao nosso site para assinar a nossa newsletter!

Quer receber artigos novos por e-mail? Increva-se!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.