Unidade Barueri / SP
Unidade Paulista / SP
08:30 às 17:30 faleconosco@inovecont.com.br
Close-up Of Specialist Checking A Financial Analyze

Balanço patrimonial: passo a passo

Certamente, você já ouviu falar ou já participou da elaboração de algumas Demonstrações Contábeis, também conhecidas como Demonstrações Financeiras. De forma geral, o objetivo dessas demonstrações é fornecer uma representação monetária estruturada da posição patrimonial e financeira, do resultado e do fluxo financeiro de uma empresa.

Essa representação é feita de acordo com um determinado período de atividade, que na maioria dos casos, pode ser realizado trimestralmente, semestralmente ou anualmente. Pela maior parte dos usuários, o Balanço Patrimonial é considerado uma das principais demonstrações financeiras da companhia, representando a situação de todo o patrimônio da organização.

Mas quais as principais contas que o compõe? Como ele é estruturado? Acompanhe o nosso post e tire as suas dúvidas!

O que é o Balanço Patrimonial?

O Balanço Patrimonial é uma demonstração contábil, que reúne todas as informações de uma companhia, referente aos valores dos seus bens, direitos e obrigações, evidenciando ao final, a situação líquida da entidade. Dentre todos os demonstrativos exigidos, este é o que demonstra a real situação patrimonial, econômica e financeira de uma entidade. Por isso, sua elaboração deve ser feita de forma rigorosa e responsável, levando em consideração os regramentos estabelecidos pelos órgãos responsáveis.

Qual é a sua estrutura?

A estruturação do Balanço Patrimonial deve levar em conta os elementos do patrimônio que registram, agrupadas de forma a facilitar o conhecimento e a análise da situação financeira da companhia. Atualmente, ele é dividido em dois grupos:

  • Ativo, que fica na coluna da esquerda;
  • Passivo, que fica na coluna da direita, o qual se divide em dois componentes — I) obrigações pertencentes a entidades; e II) Patrimônio Líquido.

Conceituação do CPC – R1

Definem-se como:

  • Ativo: recursos que resultam de eventos passados e que são controlados pela organização, do qual se espera que fluam para a entidade benefícios futuros;
  • Passivo: obrigação que a organização possui no presente, decorrida de eventos passados, cuja liquidação se dará com a saída de recursos da empresa capazes de gerar benefícios econômicos;
  • Patrimônio Líquido: resultado residual nos ativos da empresa, depois de deduzidos todos os passivos.

Qual é a classificação das Contas do Balanço Patrimonial?

O agrupamento das contas do Balanço Patrimonial deverá levar em consideração os elementos do patrimônio que registram, agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a análise da situação financeira da organização. Vejamos:

Grupo de Contas do ativo

Representam os bens e direitos, dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez. O Ativo se divide em dois grandes grupos:

Ativo Circulante

No qual incluem as contas ‘Caixa’, Banco Conta Movimento’, entre outras equivalentes de caixa. Também estarão os direitos realizáveis até o término do exercício subsequente, ou ano seguinte aquele que se refere o Balanço Patrimonial de empresas (Clientes, Estoques, Tributos a Recuperar) e as aplicações de recursos em despesas do exercício seguinte pagas no exercício atual.

Ativo Não Circulante

Pode ser dividido em 4 subgrupos:

  • Ativo Realizável a Longo Prazo: os direitos realizáveis após o término do exercício seguinte ao do Balanço Patrimonial de empresas;
  • Investimento: aplicações em outras sociedades;
  • Ativo Imobilizado: direitos que tenham por objeto bens materiais destinados à manutenção das atividades da empresa;
  • Ativo Intangível: direitos imateriais destinados à manutenção da empresa.

Grupo de Contas do Passivo

Evidencia as obrigações da empresa. O passivo, pode ser dividido em:

  • Passivo Circulante: representam as obrigações da companhia, cujo vencimento ocorra no exercício seguinte ao do Balanço Patrimonial de empresas;
  • Passivo não circulante: contas representativas de obrigações da companhia, cujo vencimento ocorra após o ‘término’ do exercício seguinte ao do Balanço Patrimonial de empresas.

Patrimônio Líquido

Representa a situação líquida da empresa, podendo ser subdividido em:

  • Conta do Capital Social;
  • Reservas de Capital;
  • Ajustes de Avaliação Patrimonial;
  • Reservas de Lucros;
  • Ações de Tesouraria;
  • Prejuízos Acumulados.

O que achou do post? Compartilhe a sua opinião!

Quer receber artigos novos por e-mail? Increva-se!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.