Unidade Barueri / SP
Unidade Paulista / SP
08:30 às 17:30 faleconosco@inovecont.com.br
Saiba Como Evitar 5 Práticas Que Podem Quebrar Sua Empresa

Saiba como evitar 5 práticas que podem quebrar sua empresa

A crise financeira que assola o Brasil não afeta apenas um ou outro setor em específico, ela afeta todos os mercados de uma só vez. Essa situação não é só uma ameaça de falência para todos os empresários, mas uma época de oportunidades para quem souber aproveitá-las.

Deseja evitar práticas que podem quebrar a sua empresa ou fazer as suas atividades operacionais patinarem em tempos difíceis? Veja agora o que não deve ser feito com o seu negócio, não somente em época de crise financeira global, mas em qualquer época!

Não controlar as atividades operacionais

Se você não souber como estão os seus custos de produção ou de comercialização, além de ignorar a confecção de um planejamento ligado a compras e a vendas com metas definidas, em pouco tempo as suas finanças começarão a dar os primeiros sinais de problema. Defina o rumo do seu negócio, pois para aqueles que não sabem para onde querem ir, qualquer caminho serve.

Não ter experiência na área ou em gerenciamento

Se você ou os seus sócios não tiverem muita intimidade com a área de negócio de sua empresa ou nunca tiverem gerenciado um negócio de qualquer tipo, será um potencial problema! Há vários empresários que foram bem sucedidos, mesmo sem conhecerem bem a área.

Mas eles sabiam muito de gerenciamento de negócios em geral. Se você não tiver nenhum desses conhecimentos, poderá ter problemas financeiros a curto prazo.

Não delegar funções-chave

Um dos piores erros para um gestor é não delegar funções-chave. O negócio, por menor que seja, deve estar preparado para crescer.

No início das atividades operacionais, o dono terá condições de gerenciar tudo. Mas e depois, conforme as atividades forem ficando mais complexas?

O gestor precisa saber a hora de contratar outros gestores para ajudá-lo na tarefa de fazer o negócio crescer. Isso ainda ajudará o proprietário a se preocupar com a parte operacional apenas quando chegar o momento certo.

Ser otimista demais

Um negócio é feito para durar e prosperar. No entanto, as piores situações devem ser esperadas pelos gestores. Isso não só deixa a gestão preparada para as crises, mas também faz com que as folgas inesperadas sejam gerenciadas.

Imagina contar com uma venda na semana seguinte que tenha recebimento à vista para pagar a conta que vencerá na mesma data. E se a venda não ocorrer? Ou se for a prazo? Como será feito o pagamento da conta? Se o proprietário não contasse com isso, ou seja, se fosse menos otimista, já teria gerenciado melhor os recursos e feito tudo sobrar semanas antes.

Não adequar o prazo dos recebimentos

Se você quer vender mais, não adianta dar prazo para os seus clientes e aumentar o faturamento a curto prazo. Os recebimentos demoram e a sua necessidade de capital de giro para os pagamentos recorrentes, por exemplo, não diminuirá. Essa prática continuada gera endividamento, despesas com juros e diminuição dos lucros, que podem reduzir as forças que a empresa tem para crescer de maneira sustentável.

Obviamente, esta lista não esgota as possibilidades de atitudes equivocadas que prejudicam a longevidade de um negócio, mas são as mais prejudiciais a curto prazo. A falência pode ser evitada com práticas simples na rotina das entidades. Fugindo de práticas que podem quebrar a sua empresa e fazer com que planos traçados durante anos vão por água abaixo.

Ainda comete ou já cometeu alguns desses erros em seu negócio? Deixe as suas impressões para nós!

Quer receber artigos novos por e-mail? Increva-se!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.